Blogger Template by Blogcrowds

Canal Atvo no Youtube - Só Desejo!

Ahhhh. que vontade de ter um canalzinho no youtube prá bater papo comigo mesma e comunicar isso ao mundo e assim atingir a humanidade com mensagens que são de autodesenvolvimento emocional e fazer com que milhões de pessoas me curtam, me sigam e me amem demais.
Ahhhh, a vontade só me faz lembrar que querer não é poder - meu querer não influencia o quanto as pessoas gostarão do que eu estaria divulgando, talvez me xingassem e dissessem: váfanápoli. hahaha
Ahhhh, claro - se eu fosse magravilinda haveria uma possibilidade absurdamente maior de ser curtida, admirada e seguida independente das asneira das minhas publicações, mas como há um abismo entre o desejo citado e minha triste realidade, é necessário muito muito muito mais do que vão palavras torpes para entreter o público, seja lá qual perfil eu buscar.
Ahhhh, como é difícil ser famosinha de um jeito que  parece tão acessível. Prá começar eu deveria ser rica e ter uma câmera prof. e aqueles guarda chuvas que projetam iluminação de forma adequada (mas não me lembro o nome deles) - afinal eu não tenho as manhas heróicas do uiderson nunes (não sei escrever o nome de nosso aclamadíssimo youtuber brasiliano) prá me virar com cenário de boas e uma simples câmera de boas. Ou precisaria de uma casa onde houvesse um local onde em certa parte do dia o sol refletisse pela janela e o fundo fosse digno de ser divulgado. O fundo de todas as janelas onde há raios solares em horários dignos é uglyzinho prá um video de youtube. Depois, eu deveria ter um tema, um objetivo, um público prá alcançar - NÃO TENHO!!! BUÁÁÁÁ!
Ahhhh, eu só queria um canal no youtube prá conversar todo dia, ou algumas vezes por semana, falar os paranauês do dia, da vida, as dores da alma, as angústias do peito e as vitórias do coração e deixar que o mundo visse que é possível ser feliz no meio da dor. Ver que é possível superar um problema. É possível sofrer, sacodir a poeira e dar a volta por cima!
Ahhhh, como eu queria que as pessoas soubessem que não é frieza entender que há esperança no meio dificuldade, por isso engulo o choro, sorrio e luto, bravamente luto, com todas as forças eu luto por um amanhã melhor.
Ahhhh, eu aprendi que sempre vai melhorar. Essa é minha esperança diária. Sou feliz hoje pq sei que mesmo na dor, na tristeza e na saudade haverá um amanhã de sol. 

AHHHH, NO FINAL SEMPRE DÁ CERTO. SE NÃO DEU CERTO É PQ AINDA NÃO CHEGOU NO FINAL.

Raquel R. Loureiro

Postagens mais antigas

Ocorreu um erro neste gadget
Usuários online Contador de visitas